ACESSAR O MATERIAL TAGS

Autor(a):

Kawai, Célia Seri

Orientador(a):

Marangoni, Ana Maria Marques Camargo

Ano de publicação:

2001

Unidade USP:

Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas [FFLCH]

Assuntos:

geografia urbana; urbanização (aspectos sociais); loteamento; paisagem urbana

Resumo:

Este trabalho trata dos loteamentos com traçado orgânico, especialmente os de caráter mais popular, realizados na primeira metade do século XX, no município de São Paulo. As origens remotas deste tipo de traçado podem ser situadas nas cidades -jardins inglesas e nos subúrbios- jardins americanos. Estes modelos, que lhes serviram de inspiração, foram transformados na sua transposição para a realidade brasileira e paulistana, assumindo primeiramente a forma de bairros-jardins destinados às elites. Mostrou-se como estes bairros foram acolhidos no contexto sócio-econômico-cultural da época e como foram rapidamente imitados e disseminados na forma de loteamentos populares. Nestes observaram-se diferenças qualitativas consideráveis, variando entre a excepcional qualidade de projeto de alguns e as versões simplificadoras da maioria. Investigou-se quem eram os promotores e projetistas destes empreendimentos, constatando-se o importante papel exercido pelas escolas de engenharia na formação dos técnicos que atuaram no projeto e na aprovação deles. Identificaram-se os engenheiros que mais se destacaram na produção deste tipo de loteamento, focalizando o engenheiro Jorge de Macedo Vieira como um estudo de caso, comentando suas obras em São Paulo.

ABNT:

KAWAI, Célia Seri; MARANGONI, Ana Maria Marques Camargo. Os loteamentos de traçado orgânico realizados no município de São Paulo na primeira metade do século XX. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.