ACESSAR O MATERIAL TAGS

Autor(a):

Hoga, Luiza Akiko Komura

Orientador(a):

Cianciarullo, Tamara Iwanow

Ano de publicação:

1995

Unidade USP:

Escola de Enfermagem [EE]

Assuntos:

planejamento familiar; assistência de enfermagem

Resumo:

O que norteou este trabalho foi explorar como as mulheres, moradoras em uma comunidade de baixa renda, percebem a si mesmas enquanto mulheres e como se comportam em relação a sua capacidade de gerar filhos. Teve como objetivo conhecer os cuidados, crenças e valores do cotidiano de suas práticas anticoncepcionais. Utilizou-se a teoria da diversidade e universidade cultural do cuidado de Leininger e o método etnográfico para desenvolvimento do estudo. A coleta de dados foi realizada pelo método de observação participante do contexto onde vivem as mulheres e entrevistas abertas e semi-estruturadas de 14 informantes. A análise dos dados foi realizada de acordo com o método proposto por Spradley, de onde emergiram 12 domínios culturais. Este tema deriva da compreensão de como as mulheres deste contexto cultural vão levando como podem as suas praticas de cuidado no que se refere a anticoncepção. Estes dados foram analisados segundo o sunrise model, simbolizado pelo nascer do sol, criado por Leininger como uma forma de auxiliar a análise do significado do cuidado para a cultura. As formas como as mulheres desta cultura percebem, conhecem e praticam as atividades de cuidado com a anticoncepção constitui-se na fase geradora do conhecimento básico. Este foi utilizado para subsidiar o planejamento do cuidado de enfermagem na área de anticoncepção, especifico para as mulheres desta cultura.

ABNT:

HOGA, Luiza Akiko Komura; CIANCIARULLO, Tamara Iwanow. Merce do cotidiano da anticoncepção: a mulher seguindo o seu caminho 1995.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1995.