ACESSAR O MATERIAL TAGS

Autor(a):

Zerrenner, Sabrina Arruda

Orientador(a):

Martelanc, Roy

Ano de publicação:

2007

Unidade USP:

Faculdade de Economia Administração e Contabilidade [FEA]

Assuntos:

finanças privadas; dívida; classe baixa

Palavras-chave do autor:

educação financeira;endividamento;finanças comportamentais

Resumo:

Em um país como o Brasil, com grande desigualdade de renda, os indivíduos com baixo poder aquisitivo devem ser capazes de maximizar a utilização de sua riqueza para vencer as dificuldades impostas pela disparidade existente. Com isso, o entendimento das razões pelas quais as pessoas se endividam torna-se um tema relevante. O objetivo deste trabalho, portanto é o entendimento das razões para o endividamento destes indivíduos através de entrevistas estruturadas. As hipóteses desta pesquisa são de que a falta de planejamento dos indivíduos, a falta de conhecimento sobre educação financeira, a alta propensão ao consumo, a baixa valoração do futuro, a necessidade de status e fatores externos, tais como: a lta taxa de juros, desemprego, desestabilização familiar e problemas de saúde são razões para o endividamento. os resultados da pesquisa mostram que 21,6% dos entrevistados se endividam devido a incidentes pessoais e familiares, 35,3% da amostra afirmou que o motivo para a situação atual deveu-se ao fato de serem consumistas e 43,1% afirmaram que isso ocorreu devido a falta de controle.

ABNT:

ZERRENNER, Sabrina Arruda; MARTELANC, Roy. Estudo sobre as razões para o endividamento das pessoas de baixa renda 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-13112007-120236/ >.