ACESSAR O MATERIAL TAGS

Perinstituto De Física [If]Eria

Autor(a):

Justino, Maria Inês de Souza Vitorino

Orientador(a):

Barrera, Sylvia Domingos

Ano de publicação:

2010

Unidade USP:

Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto [FFCLRP]

Assuntos:

alfabetização; consciência fonológica; fracasso escolar; método fônico

Palavras-chave do autor:

alfabetização;consciência fonológica;fracasso escolar;método fônico

Resumo:

JUSTINO, M. I. S. V. Efeitos do reforço escolar numa abordagem fônica em alunos do ensino fundamental com graves defasagens na alfabetização. 2010. 156 p. Dissertação (Mestrado) Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Apesar das mudanças implantadas na política, currículo e metodologia educacional nos últimos dez anos, os resultados de avaliações do rendimento escolar dos alunos do ensino básico, em nível nacional e estadual, têm indicado sérios problemas no que se refere à aprendizagem das competências básicas de leitura e escrita. No contexto dessa problemática, o presente estudo buscou avaliar os efeitos de uma intervenção de reforço escolar, baseada no desenvolvimento da consciência fonológica e no ensino explícito da correspondência entre grafemas e fonemas, sobre a aprendizagem da leitura e escrita de um grupo de alunos do Ensino Fundamental ciclos I e II, com graves defasagens na alfabetização. Participaram do estudo 31 alunos, com idade entre 09 e 21 anos, de ambos os sexos, cursando da 4ª à 8ª série do Ensino Fundamental, de uma escola pública da periferia de Ribeirão Preto, em São Paulo. A pesquisa foi composta por quatro fases: inicialmente foi realizada uma avaliação diagnóstica coletiva das habilidades de leitura e escrita, com todos os alunos de 4ª a 8ª séries da referida escola. Aqueles apresentando dificuldades na alfabetização foram avaliados individualmente, no pré-teste, em provas de conhecimento de letras, consciência fonológica, leitura e escrita de palavras, sendo encaminhados para a intervenção 31 alunos com graves defasagens em termos de alfabetização. As atividades de reforço escolar foram desenvolvidas coletivamente, em duas aulas semanais, de duas horas cada, durante 10 meses. No final da intervenção foi realizado o pós-teste, com a reavaliação das mesmas habilidades do pré-teste, de modo a analisar os efeitos sobre a aprendizagem da leitura e escrita. As análises estatísticas mostraram diferenças significativas entre o pré e o pós-teste para todas as habilidades avaliadas. Dos 31 participantes do reforço escolar, em apenas seis alunos não se observou evolução do pré para o pós-teste. Os outros 25 alunos avançaram significativamente na aprendizagem da leitura e da escrita, concluindo-se que a intervenção mostrou-se eficaz para a superação das dificuldades de alfabetização para a maior parte dos alunos vítimas de fracasso escolar.

ABNT:

JUSTINO, Maria Inês de Souza Vitorino; BARRERA, Sylvia Domingos. Efeitos do reforço escolar numa abordagem fônica em alunos do ensino fundamental com graves defasagens na alfabetização. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.