ACESSAR O MATERIAL TAGS

Perinstituto De Física [If]Eria

Autor(a):

Saboya, Maria Clara Lopes

Orientador(a):

Carvalho, Marília Pinto de

Ano de publicação:

2004

Unidade USP:

Faculdade de Educação [FE]

Assuntos:

administração da educação; gêneros (grupos sociais) (educação); direção escolar; identidade sexual; diretor escolar

Resumo:

A partir da interpretação de entrevistas semi-estruturadas com diretores de escolas públicas de uma cidade da Região Metropolitana de São Paulo, buscou-se estudar as inter-relações entre as falas dos entrevistados e os conceitos socialmente estabelecidos de masculino e feminino, partindo da perspectiva de que existe uma relação indissolúvel entre pensamento e ação - a práxis - que se expressa nos discursos, o que permite apreender muito do que pensam e fazem os diretores. Para fazer esta abordagem recorremos ao conceito de gênero, que remete à construção social das distinções sexuais, tal como são percebidas num determinado contexto, pressupondo a existência de um conjunto de práticas, concepções e valores que configuram as diferenças entre os sexos e que refletem uma construção histórica, mutável e relacional do que seja masculinidade e feminilidade em cada cultura. Essas categorias - masculinidade e feminilidade - se mostraram, por meio das falas dos entrevistados, como plurais e múltiplas, tal como se supunha, com base no arcabouço teórico-conceitual. De fato, foram inúmeras as variações referentes a um padrão hegemônico masculino, encontradas nas falas e, muitas vezes, as masculinidades apareceram ressignificadas para comportar práticas exigidas ao diretor e tidas como femininas naqueles contextos de escolas públicas de periferia. Essas, dentre outras observações, levaram a concluir que a direção escolar pressupõe tanto características e ações socialmente identificadas com feminilidades, quanto com masculinidades, o que a coloca na interface entre o masculino e o feminino.

ABNT:

SABOYA, Maria Clara Lopes; CARVALHO, Marília Pinto de. Direção escolar na interface do masculino e feminino: um estudo de gênero sobre diretores de escolas e suas representações sobre seu trabalho. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.