ACESSAR O MATERIAL TAGS

Vulnerabilidade

Autor(a):

Mamede, Denise Tamarozzi

Orientador(a):

Lerner, Rogerio

Ano de publicação:

2018

Unidade USP:

Instituto de Psicologia [IP]

Assuntos:

saúde pública; saúde mental; bebês; centros de saúde; psicanálise

Palavras-chave do autor:

bebês;primeira infância;psicanálise;saúde mental;saúde pública

Resumo:

Este trabalho tem por finalidade investigar o lugar dado aos aspectos psíquicos de bebês por meio do discurso de profissionais de saúde de uma Unidade Básica de Saúde da zona norte de São Paulo. Há alguns anos vem crescendo a preocupação de profissionais de diversas áreas pelo conhecimento dos processos de constituição psíquica nos primeiros anos de vida. Esta atenção pode estar relacionada tanto aos altos índices de crianças com diagnósticos psiquiátricos, como às queixas que envolvem os bebês choro, recusa alimentar, refluxo, entre outros. Desta maneira surgiu o interesse em compreender de que maneira a saúde mental dos bebês aparece no discurso de profissionais que recebem muitos deles diariamente. Há uma hipótese de que esse lugar funciona como um suporte, ajudando a sustentar a constituição psíquica do bebê, na medida em que esse lugar é requisitado como promotor de saúde. Pesquisas prévias apontam para um desconhecimento dos profissionais envolvidos na atenção primária em detectarem sinais de vulnerabilidade psíquica, tanto por falta de formação, como por falta de recursos em rede de assistência, contudo, há um saber mostrado pelos profissionais de saúde, mas que não é conduzido consequentemente, como encaminhamentos ou reportes que poderiam ajudar na prevenção de sintomas graves. É enraizado, ainda, um discurso biologizante vindo da medicina, mesmo em equipes multiprofissionais. Para verificar qualitativamente isso que os estudos apontam, este trabalho tem como chave as entrevistas realizadas com os profissionais de saúde que lidam diretamente com famílias e seus bebês, e que foram transcritas e analisadas por meio do método da Análise Institucional do Discurso.

ABNT:

MAMEDE, Denise Tamarozzi; LERNER, Rogerio. Caracterização do lugar atribuído a aspectos psíquicos de bebês no discurso de profissionais de saúde de uma Unidade Básica de Saúde na cidade de São Paulo. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-19122018-165005/ >.