ACESSAR O MATERIAL TAGS

Baixa Renda

Autor(a):

Benedini, Débora Junqueira

Orientador(a):

Strambi, Orlando

Ano de publicação:

2018

Unidade USP:

Escola Politécnica [EP]

Assuntos:

bicicletas; ciclovias

Palavras-chave do autor:

bicicletas;bicicletas próprias;ciclovias (infraestrutura);frequência do uso da bicicleta;sistema de bicicletas compartilhadas

Resumo:

Esta dissertação apresenta uma pesquisa e uma série de análises realizadas com a finalidade de entender melhor o uso das bicicletas próprias e compartilhadas em São Paulo, cidade em que a infraestrutura cicloviária e os sistemas de bicicletas compartilhadas são recentes e ainda limitados. Através de análises descritivas e de modelos estatísticos, (1) foi realizada uma comparação das características dos usuários de bicicletas próprias com as dos usuários de bicicletas compartilhadas; (2) foi analisado o perfil dos ciclistas antes e depois da expansão da infraestrutura cicloviária e foram identificadas as diferenças comportamentais entre ciclistas recentes e experientes; (3) foram analisados os fatores associados à frequência do uso da bicicleta com motivo trabalho ou estudo e para demais finalidades e (4) foi analisada a escolha do uso da bicicleta compartilhada ou própria para uma determinada viagem. Os resultados indicam que a expansão da oferta de infraestrutura cicloviária parece estimular segmentos menos representativos da população, como mulheres e indivíduos de baixa renda, os quais não consideravam utilizar a bicicleta sem a existência de ciclovias. O tempo de viagem parece influenciar significativamente na frequência de uso de bicicleta, indicando que esse modo pode ser competitivo com os veículos motorizados em cidades grandes, densas e congestionadas. Também se observou que os sistemas de bicicletas compartilhadas desempenham um papel fundamental nas viagens multimodais e na atração de novos ciclistas. Os resultados servem de subsídios para tomadores de decisão na definição de estratégias que visam incentivar o uso da bicicleta. Assim, o estudo pode auxiliar na elaboração de políticas públicas voltadas para a bicicleta; por exemplo, incentivo à expansão dos sistemas de bicicletas compartilhadas ou melhorias e expansão da infraestrutura cicloviária nas cidades.

ABNT:

BENEDINI, Débora Junqueira; STRAMBI, Orlando. Bicicletas próprias e compartilhadas na cidade de São Paulo: perfil dos usuários e características das viagens 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3138/tde-27082018-140807/pt-br.php >.