ACESSAR O MATERIAL TAGS

São Remo

Autor(a):

Muradian, Vanessa

Orientador(a):

Pinheiro, Sônia Regina

Ano de publicação:

2002

Unidade USP:

Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia [FMVZ]

Assuntos:

epidemiologia; cães; zoonoses; doenças parasitárias; saúde pública

Resumo:

Na preparação de um estudo sobre fatores de risco para Larva Migrans Visceral em crianças da comunidade São Remo, São Paulo (SP), Brasil, foram colhidas, entre março e junho de 2001, amostras de fezes de 41 cães com menos de um ano de idade, amostras de soro de 338 crianças entre 1 e 15 anos de idade e 37 amostras de solo. As amostras de fezes e de solo foram examinadas em busca de ovos de Toxocara spp e as amostras de soro foram avaliadas pelo método ELISA a procura de anticorpos anti-Toxocara canis. Das amostras de fezes, soro e solo testadas, 39,0%, 26,6% e 29,7%, respectivamente, foram positivas, sugerindo a possibilidade da presença de Larva Migrans Visceral nas crianças. Antes que estudos futuros sejam conduzidos para caracterizar os fatores de risco para essa doença, considerou-se necessária a implantação de um programa educacional nessa comunidade para prevenir novas infecções por T. canis em cães e crianças.

ABNT:

MURADIAN, Vanessa; PINHEIRO, Sônia Regina. Aspectos epidemiológicos relacionados à prevalência da Larva Migrans Visceral na população infantil da comunidade do Jardim São Remo, São Paulo (SP), Brasil. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.