ACESSAR O MATERIAL TAGS

Educação Popular

Autor(a):

Cuaspa Ropaín, Julián David

Orientador(a):

Urquidi, Vivian Grace Fernandez Davila

Ano de publicação:

2018

Unidade USP:

Escola de Artes Ciências e Humanidades [EACH]

Assuntos:

educação popular; educação

Palavras-chave do autor:

educação popular;estudos culturais;pedagogia descolonial;perspectiva descolonial;Rede Emancipa

Resumo:

Este projeto de pesquisa tem como objetivo analisar o caso do Cursinho Popular Mirna Elisa Bonazzi (Taboão da Serra, SP, Brasil) que faz parte da Rede Emancipa. Para isso, propõe-se uma experiência em campo de caráter etnográfico e fundamentada na Investigação-ação Participativa e uma análise que se enquadre em, mas não se limite a, o que é denominado perspectiva ou pensamento descolonial. Isto com o fim de abordar a pedagogia descolonial nos processos de educação popular, que permanecem no percurso da proposta de Paulo Freire. O caso particular do cursinho é relevante no contexto onde está localizado, Taboão da Serra, pois ao pertencer a uma organização de caráter nacional, a Rede Emancipa, consegue articular-se com organizações de base nos territórios, trabalhar na formação de lideranças, debater sobre as opressões concretas e subjetivas, assim como conceber projetos de emancipação. Fazer uma análise do caso, a partir de uma revisão teórica e trabalho de campo, permite contribuir ao debate da pedagogia descolonial, com base em uma fundamentação empírica.

ABNT:

CUASPA ROPAÍN, Julián David; URQUIDI, Vivian Grace Fernandez Davila. A experiência do Cursinho Popular Mirna Elisa Bonazzi, da Rede Emancipa: reflexões em torno da educação popular como pedagogia descolonial. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100135/tde-31012019-181310/ >.