ACESSAR O MATERIAL TAGS

Autor(a):

Baravelli, José Eduardo

Orientador(a):

Maricato, Ermínia

Ano de publicação:

2014

Unidade USP:

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo [FAU]

Assuntos:

habitação popular; política habitacional; gerenciamento da construção

Palavras-chave do autor:

gerenciamento da construção;habitação popular;política habitacional

Resumo:

Lançado em 2009, o programa federal Minha Casa Minha Vida se tornou o mais efetivo programa habitacional brasileiro desde a extinção do BNH, em 1986. Na iminência de acrescentar 3,75 milhões de moradias ao estoque habitacional do país, o programa é um campo de investigação que permite uma análise abrangente do novo papel do governo federal e municipal na política urbana, bem como do setor da construção civil na política econômica. Na produção para famílias de baixa renda na região metropolitana de São Paulo, o programa é um objeto de pesquisa que permite uma análise focada nas alterações que provoca tanto no trabalho e como na tecnologia da construção habitacional. Quanto ao trabalho, a pesquisa reconstitui tipologicamente os processos de trabalho em canteiros de obras para observar a substituição da manufatura pela industrialização de insumos e pelo treinamento da força de trabalho conforme um novo perfil demográfico e de controle da produtividade. Quanto à tecnologia, a pesquisa acompanha a introdução de novas tecnologias organizacionais em empreendimentos de construção, que são sistemas de gestão de qualidade e de controle de serviços subempreitados que favorecem a concentração de capital e reforçam a segregação urbana nas cidades brasileiras.

ABNT:

BARAVELLI, José Eduardo; MARICATO, Ermínia. Trabalho e tecnologia no programa MCMV 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16137/tde-17062015-102658/pt-br.php >.