ACESSAR A EMENTA TAGS

Nível de ensino:

Pós-Graduação

Unidade USP:

Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto [EERP]

Área de concentração:

Enfermagem em Saúde Pública

Departamento:

Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Docente(s) responsável(is):

Marta Angélica Iossi Silva, Luciane Sá de Andrade, Marlene Fagundes Carvalho Gonçalves

Objetivos:

Conceituar Promoção da Saúde, Educação em Saúde, Educação Básica. Discutir a interface das políticas de saúde e educação na sociedade brasileira. Analisar a participação dos profissionais da saúde, em especial enfermeiros licenciados, nas ações de saúde nas escolas de Educação Básica. Analisar o conhecimento em saúde na escola e suas fundamentações teóricas e metodológicas, contribuindo para o desenvolvimento da pesquisa nesta área.

Justificativa:

A proposta desta disciplina está inserida na perspectiva de subsidiar a formação e a pesquisa no campo das políticas e práticas de Promoção e Educação em Saúde e Enfermagem, sobretudo em um campo pouco explorado e emergente, ou seja, a educação básica e sua interface com a saúde e enfermagem. A intenção deste projeto que envolve dois programas de pós-graduação desta escola é ampliar e fortalecer a produção de conhecimentos voltadas à Promoção da Saúde na Educação Básica contribuindo para a consolidação desta área nos programas envolvidos. Ressalta-se que partir das iniciativas da CAPES com as diretorias, de Educação Básica Presencial e de Educação à Distância, abriu-se nova frente de trabalho direcionada à formulação de políticas para a valorização e formação de profissionais da educação, com ampliação de ações em prol da melhoria da qualidade da educação básica, incluindo a mobilização de todo o potencial dos cursos de pós-graduação stricto sensu. Dentre as recomendações contidas no PNPG 2011-2020, destacam-se o estímulo à participação dos cursos de pós-graduação de outras áreas de conhecimento, além da Educação, nas questões relativas à melhoria da qualidade da educação básica, e o incentivo ao desenvolvimento de estudos envolvendo a educação básica.

Programa:

1. Políticas públicas no Brasil: interface saúde e educação 1.1 Contextualizando: Constituição do Brasil, Lei de Diretrizes e Bases Nacionais, Lei Orgânica da Saúde (SUS), Carta de Ottawa 1.2 Programa Saúde na Escola / Escolas Promotoras da Saúde 1.3 Parâmetros Curriculares Nacionais / Temas transversais 2. Promoção da saúde e educação em saúde 2.1 Conceitos de Promoção de Saúde e Educação em Saúde, no âmbito do setor Saúde 2.2 Confluências e divergências conceituais em educação em saúde 2.3 Conceitos de educação e de promoção em saúde: mudanças individuais e mudanças organizacionais 3. Princípios da promoção da saúde 3.1 Princípios da promoção da saúde definidos pela OMS: concepção holística, intersetorialidade, empoderamento, participação social, equidade, ações multi-estratégicas e sustentabilidade 3.2 Por uma epistemologia emancipatória da promoção da saúde 4. Saúde na escola: resgate histórico 4.1 Trajetória histórica das concepções de saúde na escola 4.2 Obrigatoriedade dos programas de saúde na escola – 1971/2011 5. Ensinando e aprendendo saúde na escola 5.1 Escolas promotoras de saúde e/ou escolas promotoras de aprendizagem? 5.2 Contribuições da saúde para a educação na escola 5.3 Contribuições da educação para a saúde na escola 5.4 O ensinar e aprender saúde na escola: contribuições da teoria histórico-cultural 6. O espaço escolar como território de promoção da saúde da criança e do adolescente e sua interface com a Atenção Primária à Saúde 7. Características da pesquisa científica em promoção da saúde na educação básica 7.3 Pesquisa sobre saúde na escola: fundamentos e questões metodológicas 7.4 Pesquisa sobre saúde na escola: contribuições da teoria histórico-cultural 8. Pesquisas científicas sobre promoção da saúde na educação básica 8.1 Reflexões a partir de revisões de produções científicas sobre saúde na escola.