ACESSAR A EMENTA TAGS

Nível de ensino:

Pós-Graduação

Unidade USP:

Faculdade de Odontologia [FO]

Área de concentração:

Odontologia Forense e Saúde Coletiva

Departamento:

Faculdade de Odontologia

Docente(s) responsável(is):

Maria Ercilia de Araujo

Objetivos:

O objetivo da disciplina é apresentar as dimensões históricas, sociais e econômicas que implicaram o surgimento, desenvolvimento e transformação do campo da saúde e dos paradigmas em seu interior. Aborda a formação da área da saúde bucal no contexto da saúde pública, o desenvolvimento da odontologia social e da saúde coletiva. Trata, ainda, da organização institucional das políticas de saúde bucal no Brasil.

Justificativa:

Promover a integração do aluno ao contexto particular de formação profissional e à prática da Saúde Bucal Coletiva. Saúde-doença como expressão das condições concretas de existência. Introdução ao estudo e aplicação de métodos de apreensão do processo saúde-doença mediante a identificação, análise e discussão das condições sociais, econômicas, políticas e culturais de sua produção, através da discussão e análise da história das políticas de saúde no Brasil, com destaque para sua organização enquanto uma política pública expressa através do desenho de modelos de intervenção na saúde individual e coletiva. Discutir o desenvolvimento institucional da política de saúde bucal no Brasil por meio do exame das principais inovações organizacionais e de implementação de programas de saúde bucal.

Programa:

1. Conceito e histórico da Saúde Bucal Coletiva, Processo Saúde doença, indicadores sociais. 2. História das Políticas públicas de saúde. 3. Políticas públicas de saúde - Evolução do SUS. 4. Análise dos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde, da Saúde Coletiva, do Programa de Saúde da Família. 5. Organização do processo de trabalho frente aos princípios do SUS. 6. Discussão da concepção sobre a família no contexto da sociedade atual. 7. Discussão dos aspectos da atenção a ser desenvolvida coletivamente tomando como base a dinâmica e suas relações com a comunidade. 8. Apresentação de instrumentos sobre planejamento, contribuindo para a identificação de problemas, definição de prioridades e avaliação das ações a serem desenvolvidas.