ACESSAR O MATERIAL TAGS

Autor(a):

Barbosa, Itaquê Santana

Orientador(a):

Kowarick, Lucio Felix Frederico

Ano de publicação:

2014

Unidade USP:

Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas [FFLCH]

Assuntos:

movimentos sociais; política habitacional; políticas públicas; urbanização; favelas

Palavras-chave do autor:

metodologia de pesquisa;modelo dos fluxos múltiplos;movimento social por moradia;movimentos sociais;mudanças na política habitacional pública para favelas;variante MSM3 do Modelo de Kingdon

Resumo:

O presente estudo procura discutir a validade, para um determinado caso, da principal tese da bibliografia dos anos 90 sobre os movimentos sociais brasileiros: a de que eles introduzem e ampliam direitos. O caso abordado é o da mudança da política habitacional da Prefeitura de São Paulo para as favelas (1979-1989): de uma política centrada na remoção para uma caracterizada pela urbanização. A pesquisa foi feita com base em um modelo desenvolvido no campo de estudo das políticas públicas (MSM3). Especificamente, a partir das proposições de Kingdon (1984). Desta forma, o estudo intenta verificar se, mesmo quando se parte de outra bibliografia, aquela tese se sustenta. Ou seja, se as conclusões a que se chega são similares, quanto ao lugar do movimento social na explicação dessa mudança da política pública.

ABNT:

BARBOSA, Itaquê Santana; KOWARICK, Lucio Felix Frederico. O lugar do movimento de moradia na mudança da política pública paulistana para as favelas (1979-1989). 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8131/tde-13042015-165616/ >.