ACESSAR O MATERIAL TAGS

Autor(a):

Maloa, Joaquim Miranda

Orientador(a):

Abreu, Sergio França Adorno de

Ano de publicação:

2012

Unidade USP:

Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas [FFLCH]

Assuntos:

violência urbana; criminalidade; assalto; jovens

Palavras-chave do autor:

assalto à mão armada;criminalidade urbana violenta;jovens

Resumo:

O presente trabalho visa compreender o processo da emergência dos jovens moçambicanos na experiência do assalto à mão armada na cidade de Lichinga. Para tanto, recorreu-se a entrevistas, observação direta e reportagens jornalísticas como ferramentas analíticas. O estudo é composto por dois eixos de análise complementares: macrossociológico e microssociológico. O primeiro eixo aborda as mudanças sociais, econômicas e políticas por que passou a sociedade moçambicana no período de 1975 a 1990. Tendo como objetivo compreender como essas mudanças influenciaram os padrões de comportamento juvenil e a emergência dos jovens na experiência do assalto à mão armada. O segundo eixo é centrado na construção dos perfis das carreiras na vida criminal de seis jovens assaltantes carcerados na cadeia principal de Niassa, localizada na cidade de Lichinga, com o intuito de perceber quem são esses jovens que optam por essa modalidade criminosa e por que os mesmos enveredam pelo mundo do crime e da violência, mais propriamente do assalto á mão armada. A reflexão que perpassa os dois eixos coloca em discussão a circulação de armas de fogo utilizado na guerra civil, a corrupção policial e a desigualdade social como fatores explicativos centrais na emergência dos jovens moçambicanos na experiência do assalto à mão armada.

ABNT:

MALOA, Joaquim Miranda; ABREU, Sergio França Adorno de. O lugar da desordem: um estudo sociológico sobre o assalto à mão armada em Moçambique, na cidade de Lichinga. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-06112012-121346/ >.