ACESSAR O MATERIAL TAGS

Autor(a):

Teixeira, Renata Plaza

Orientador(a):

Otta, Emma

Ano de publicação:

1999

Unidade USP:

Instituto de Psicologia [IP]

Assuntos:

comportamento psicossexual; comportamento social

Palavras-chave do autor:

comportamento psicossexual;comportamento social

Resumo:

Grafitos foram coletados (N = 1349) em banheiros de "cursinhos" pré-vestibulares e de uma universidade, localizados em São Paulo (SP). Realizaram-se três estudos com esse material e um estudo exploratório envolvendo a aplicação de questionários em estudantes. O primeiro estudo compreendeu o levantamento de categorias de conteúdo dos grafitos. Não foram encontradas diferenças de gênero significativas na categoria sexo considerada amplamente. O segundo estudo abrangeu o exame dos termos sexuais empregados nos grafitos e o terceiro estudo promoveu a análise das diferentes categorias de conteúdo sexual dessas inscrições. No segundo e no terceiro estudos, predominaram conteúdos anais nos grafitos masculinos dos "cursinhos" e xingamentos sexuais nos grafitos masculinos da universidade, quando comparados com os grafitos produzidos pelas mulheres nesses ambientes. No segundo estudo, também foi observada um alta freqüência de conteúdos hostis nos grafitos masculinos dos "cursinhos". Esses dois estudos apontaram, ainda, maior produção de conteúdos classificados na categoria "elogio sexual" por parte das mulheres que por parte dos homens na universidade. Nos grafitos sexuais agressivos, os homens voltaram sua hostilidade contra homossexuais masculinos e as mulheres, contra prostitutas. Com o objetivo de melhor compreender os aspectos motivacionais da produção de grafitos de banheiro, realizou-se um quarto estudo que envolveu a aplicação de questionários em 83 estudantes. Os resultados foram, em geral, consistentes com os alcançados nos estudos anteriores. Uma grande porcentagem de homens, tanto no segundo grau, quanto na universidade, mencionou sexo e xingamento como tópicos preferidos pelos produtores de grafitos do sexo masculino. Mulheres, especialmente no segundo grau, afirmaram ser o amor um dos temas preferidos pelas próprias mulheres. Na universidade, no entanto, as mulheres mostraram-se menos românticas e... ) apontaram o sexo como sendo o assunto feminino de maior interesse.

ABNT:

TEIXEIRA, Renata Plaza; OTTA, Emma. Musa latrinalis: diferenças sexuais em grafitos de banheiro. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-09022018-152218/pt-br.php >.