ACESSAR O MATERIAL TAGS

Autor(a):

Mello, Jose Octavio de Arruda

Orientador(a):

Witter, J. S.

Ano de publicação:

1992

Unidade USP:

Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas [FFLCH]

Assuntos:

eleições (direito); história do brasil; historia do brasil - sociedade

Resumo:

Perfaz levantamento da historiografia paraibana referente a estrutura de poder e eleições para ressaltar produção do francês Jean Blondel - as condições da vida política no estado da Paraíba (1957) - e o significado nacional e regional das eleições de 1982. Com estas se verificaram em conjuntura de retrocesso econômico da Paraíba, então assinalada por agricultura em declínio, indústria estagnada e terciário acromegálico, a tese procura demonstrar a identificação dessa realidade com estado de tipo mandarinato, isto e, centralizado e cartorial. Com esse fundiu-se o partido governista PDS que esmagou sociedade civil - mulheres, imprensa, igreja, sindicatos e associações comunitárias - mobilizada mais pelo PMDB que PT. Historiografia e história das eleições na Paraíba - estado e sociedade em 1982 revela ainda duas outras conclusões: emersão de lideranças politicas neopopulistas, articuladas com o voto periférico das favelas e classe média cartorial, assim como legitimação da aliança desses segmentos com as velhas oligarquias, aparentemente renovadas por programas governamentais de modernização capitalista. Em face dessas forças, submergiram os que se bateram pela desconcentração do poder o que acentuou a dimensão de crise paraibana de nossos dias.

ABNT:

MELLO, Jose Octavio de Arruda; WITTER, J. S.Historiografia e historia das eleições na Paraíba: estado e sociedade em 1982. 1992.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1992.