ACESSAR O MATERIAL TAGS

Autor(a):

Brito, Francisco Carlos de

Orientador(a):

Litvoc, Júlio

Ano de publicação:

2003

Unidade USP:

Faculdade de Medicina [FM]

Assuntos:

idosos; estudos de avaliação; saúde do idoso; qualidade de vida; São Paulo

Resumo:

Para investigar os determinantes da auto-avaliação da saúde de idosos do município de São Paulo no ano 2000, estudou-se variáveis econômicas, demográficas, do perfil e integração social e saúde referida. A auto-avaliação da saúde foi analisada como variável binária: boa ou ruim. Para a análise de regressão logística múltipla, criou-se um modelo hierarquizado de determinação com blocos ou níveis. O modelo final da auto-avaliação da saúde ruim apresentou as variáveis: ser analfabeto ou ter escolaridade primária incompleta, pensionista, aposentado, dona de casa ou estar recebendo auxílio doença, renda mensal domiciliar per capita intermediária ou baixa, sexo feminino, insatisfação econômica e com moradia, ter reumatismo, asma e bronquite, varizes, insônia, visão ruim, usar remédios, ter distúrbio psíquico ou incapacidade para as atividades da vida diária.

ABNT:

BRITO, Francisco Carlos de; LITVOC, Júlio. Estudo populacional de idosos residentes em área urbana do município de São Paulo: determinantes da auto-avaliação da saúde 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.