ACESSAR O MATERIAL TAGS

Autor(a):

Araújo, Ana Julia Urias dos Santos

Orientador(a):

Kanamura, Hermínia Yohko

Ano de publicação:

2004

Unidade USP:

Faculdade de Ciências Farmacêuticas [FCF]

Assuntos:

parasitologia; diarreia infantil (estudo clínico); infecções por protozoários (estudo clínico)

Palavras-chave do autor:

diarreia infantil (estudo clínico);infecções por protozoários (estudo clínico);parasitologia

Resumo:

Objetivou-se, com o presente estudo, verificar a ocorrência de Cryptosporidium spp entre crianças do município de Taubaté-SP e realizar a genotipagem de isolados clínicos do parasito. Foram selecionadas 13 creches municipais, que atendiam crianças de 4 a 72 meses de idade, realizando-se implantação de um programa para busca ativa de casos de diarréia, com acompanhamento da população durante o ano de 2002. Para se conhecer o perfil coproparasitológico, realizou-se estudo transversal em quatro das 13 creches selecionadas. Foram examinadas 483 amostras fecais processadas pelo método de concentração em formalina-acetato de etila e, para a visualização de oocistos, esfregaços fecais foram corados pelo método de Kinyoun. No estudo prospectivo, Cryptosporidium spp foi encontrado em 11,1´POR CENTO´ (3/27) das amostras, não se evidenciando outras espécies parasitárias. No estudo transversal, foram detectados oocistos em 0,2´POR CENTO´ (1/456) das amostras e a freqüência para outras espécies parasitárias foi de 30,5´POR CENTO´ (139/456). No estudo de genotipagem, foram analisadas 14 amostras de humanos, uma de bovino e uma de cão. Dentre os isolados de humanos, quatro eram de crianças de Taubaté-SP, cinco de crianças de uma favela de São Paulo-SP e cinco de pacientes HIV positivos, de Sorocaba-SP. O DNA extraído a partir das amostras fecais foi submetido a Nested-PCR, amplificando-se um segmento de 553pb de um gene que codifica proteína de parede de Cryptosporidium (COWP). Os produtos amplificados foram submetidos a processo de digestão enzimática (RPLP-PCR), e os perfis obtidos por eletroforese evidenciaram três espécies: Cryptosporidium hominis em oito amostras, Cryptosporidium parvum em quatro e Cryptosporidium meleagridis em duas. Dos isolados de Taubaté, dois foram correspondentes a C. hominis e dois a C. parvum. As amostras de bovino e de cão foram positivas para C. parvum. O genótipo dos isolados de Taubaté, humanos e de animais, foram confirmados por análise da sequência do fragmento de 553pb do gene COWP, comparando-se com as sequências disponíveis no GenBank.

ABNT:

ARAÚJO, Ana Julia Urias dos Santos; KANAMURA, Hermínia Yohko.Estudo da ocorrência de infecção por Cryptosporidium spp (Apicomplexa: Cryptosporidiidae) entre crianças do município de Taubaté-SP e caracterização genotípica de isolados clínicos do parasito. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-06022015-095557/pt-br.php >.