ACESSAR O MATERIAL TAGS

Perinstituto De Física [If]Eria

Autor(a):

Diógenes, Beatriz Helena Nogueira

Orientador(a):

Reis Filho, Nestor Goulart

Ano de publicação:

2012

Unidade USP:

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo [FAU]

Assuntos:

expansão urbana; planejamento territorial urbano; áreas metropolitanas

Palavras-chave do autor:

expansão urbana;Fortaleza;metrópole;urbanização contemporânea

Resumo:

A pesquisa tem como objetivo principal estudar as formas de crescimento urbano da área metropolitana de Fortaleza, verificadas nas três últimas décadas (1980-2010). A investigação detalhada do processo preocupou-se em examinar e analisar as transformações relevantes ocorridas na estruturação do espaço urbano e metropolitano, buscando relacioná-las com os processos recentes de urbanização. O trabalho procurou, inicialmente, abordar aspectos teórico-conceituais referentes à urbanização contemporânea, quando foram buscados pressupostos teóricos necessários à compreensão da matéria, tentando correlacionar, sempre que possível, com as dinâmicas urbanas recentes da metrópole cearense. Em seguida, no sentido de melhor caracterizar o objeto de estudo, foram elaboradas uma descrição e uma análise da área metropolitana, investigando sua dinâmica socioespacial e dimensão econômica. Na sequência, foi enfocada e discutida sua forma de expansão urbana, a partir das transformações verificadas nas últimas décadas, tomando como base a análise dos diferentes vetores de crescimento urbano e metropolitano, com o intuito de verificar seu modo particular de desenvolvimento. Finalmente, optou-se por investigar com maior ênfase uma área em particular - o setor sudeste da Metrópole - onde se constatou ocorrerem espacialidades novas e padrões de tecido urbano diferenciados. Efetuada a análise dos diferentes vetores de expansão, ficou comprovada a hipótese de que o crescimento urbano atual da área metropolitana de Fortaleza já não se faz de modo homogêneo e apresenta dinâmicas próprias e diferenciadas, distintas do modelo centro-periferia, que predominou até a década de 1980-1990. O estudo demonstrou que existem, de fato, processos urbanos novos e inéditos e em conformidade com as formas mais recentes de urbanização, à semelhança do que ocorre em outras aglomerações urbanas do Brasil e do mundo. Essas dinâmicas são mais evidentes no setor sudeste da Metrópole, onde se verificam novos tipos de produção de centralidade e a presença de núcleos dispersos e descontínuos, formados por condomínios horizontais fechados e equipamentos turísticos, dispostos ao longo do litoral. Este setor pode ser caracterizado, no âmbito da Metrópole, como o mais representativo das novas formas de urbanização, indicando rupturas com o modelo tradicional de assentamento urbano. O propósito do estudo, enfim, foi identificar as características do processo de urbanização em curso, aprofundar essa análise e investigar as especificidades que esse conjunto de mudanças está assumindo na área metropolitana de Fortaleza. O exame da situação é fundamental para se buscar modos de lidar com essa nova realidade e para que sejam criados instrumentos que permitam subsidiar futuras propostas de planejamento e intervenções mais consistentes.

ABNT:

DIÓGENES, Beatriz Helena Nogueira; REIS FILHO, Nestor Goulart. Dinâmicas urbanas recentes da área metropolitana de Fortaleza. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16133/tde-03122012-131144/pt-br.php >.