ACESSAR O MATERIAL TAGS

Baixa Renda

Autor(a):

Lira, Roberta Cavalcante Muniz

Orientador(a):

Zioni, Fabiola

Ano de publicação:

2010

Unidade USP:

Faculdade de Saúde Pública [FSP]

Assuntos:

planejamento familiar (aspectos sociopolíticos); serviços de saúde (relação; atividade; atribuição); saúde da família (recursos humanos; percepção); reprodução (aspectos sociopolíticos); programas nacionais de saúde; pesquisa qualitativa

Palavras-chave do autor:

direitos reprodutivos;planejamento familiar;Programa/Estratégia Saúde da Família

Resumo:

Introdução - As mulheres são as principais agentes de cuidados em saúde das famílias e comunidades. Apesar disso, as consequências da globalização e da modernidade nas mulheres de baixa renda resultaram em uma necessidade de adesão às diversas formas de regulação da fecundidade. A Estratégia Saúde da Família traz como característica de trabalho para seus profissionais a observância dos direitos e a atenção à saúde reprodutiva e especificamente ao planejamento familiar. Objetivo - Analisar em que dimensão de significados sociopolíticos encontram-se as relações, ações e atividades de planejamento familiar no âmbito da Estratégia Saúde da Família do município de Sobral, no Estado do Ceará, Brasil. Metodologia - Pesquisa qualitativa, de caráter descritivo e explicativo, mediante entrevistas semi-estruturadas e não estruturadas, com questões em aberto, observação livre e análise documental, iniciada após prévia aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa e consentimento esclarecido dos entrevistados. Os sujeitos são profissionais de saúde da Estratégia Saúde da Família. A interpretação dos dados seguiu os ensinamentos da análise de conteúdo. Resultados - Os entrevistados apontaram problemas no atendimento em planejamento familiar, embora percebam de maneira positiva suas relações com os outros profissionais de saúde e com os usuários. Conclusão - Os dados coletados e analisados nesta pesquisa permitem sustentar que existe um distanciamento entre as políticas que são propostas para as ações em planejamento familiar e as práticas dos profissionais de saúde que lidam diretamente com estas necessidades contraceptivas dentro da Estratégia Saúde da Família.

ABNT:

LIRA, Roberta Cavalcante Muniz; ZIONI, Fabiola. Dimensões sociopolíticas no atendimento em planejamento familiar nos serviços públicos de saúde 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6135/tde-19012011-151258/ >.