ACESSAR O MATERIAL TAGS

Cultura Popular, Habitação Popular, Perinstituto De Física [If]Eria, Samba

Autor(a):

Bonetti, Marcela

Orientador(a):

Corrêa, Ricardo Santhiago

Ano de publicação:

2016

Unidade USP:

Escola de Artes Ciências e Humanidades [EACH]

Assuntos:

cultura afro-brasileira; história oral; identidade cultural; memória social

Palavras-chave do autor:

cultura afro-brasileira;história oral;identidade;memória;racismo

Resumo:

O presente estudo tem como objetivo registrar as memórias sobre as manifestações culturais afro-brasileiras praticadas na Vila Padre Manoel da Nóbrega, em Campinas, como a capoeira e o afoxé, e sobre a presença do terreiro de Candomblé e Umbanda. A pesquisa teve como referência dois espaços: o terreiro de Mãe Iberecy e o Instituto Baobá Ibaô, Ponto de Cultura e Memória, presentes no local, respectivamente desde os anos 1980 e 2007, que representam a espacialização das práticas de matriz africana e se relacionam à formação identitária do grupo social envolvido. O estudo baseia-se em entrevistas de história oral realizadas com dez moradores, praticantes e não praticantes selecionados de acordo com o seguinte critério: ser morador do bairro desde sua fundação, o que variou de acordo com as fases de entrega dos imóveis, entre 1975 e 1982. Os entrevistados narraram suas trajetórias e suas memórias acerca das práticas culturais no bairro, entre elas as manifestações afro-brasileiras. Os conceitos de memória, identidade e cultura são norteadores da presente pesquisa, que tem a história oral como metodologia. O contexto da criação do bairro, dentro de uma política de habitação que vigorava nos anos 1970, e o processo de urbanização no município, foram considerados dentro de um modelo de exclusão das camadas populares dos centros das cidades para as periferias, com a criação dos conjuntos habitacionais. O tema do racismo também se revelou presente, relacionado à temática da intolerância religiosa sofrida. A recuperação das manifestações culturais afro-brasileiras ocorre também como parte de um processo de resistência cultural que as comunidades envolvidas empreendem visando legitimar e afirmar sua identidade cultural.

ABNT:

BONETTI, Marcela; CORRÊA, Ricardo Santhiago. A memória de moradores da Vila Padre Manoel da Nóbrega sobre a prática de manifestações culturais afro-brasileiras: a presença negra na Vila. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100135/tde-23112016-105716/ >.